Rosana Blogueira

domingo, 18 de janeiro de 2015

ANJOS DE QUATRO PATAS!

Marrom e Princesa se refestelando em meio ao verde!

Eles foram chegando devagar em minha vida
Estabeleceram-se em momentos cruciais
Trazendo-me alegria encantamento descobertas
Embora sempre os apreciasse 
Nunca pude tê-los
Devido ao meu estilo de ser e de viver
Eles-assim como filhos-demandam serem cuidados amados acarinhados
Um doar-se permanente... um estar por perto sempre.

Mas meus “bichos de estimação” foram chegando devagarinho
Um a um em momentos importantes em momentos necessários
Janys Rock Roll Princesa Marrom (Mr.Brown) vieram nessa ordem de chegada
Cada um deles foi ocupando um espaço certo em meu coração
Cada um deles com características marcantemente diferenciadas
Sinalizaram em mim uma “terceira visão”
Uma outra percepção.

Eles mudaram o meu jeito de entender muitas coisas
Intercruzaram meu destino e fizeram-se tão presentes
Ao me ensinarem um novo conceito de bem-querer
Ao me impregnarem de paciência zelo e uma certa sabedoria
Ao me apresentarem sutilezas antes por mim desconhecidas
E ao mudarem a minha direção
Fizeram-me menos impulsiva.

Com os felinos aprendi a exercitar o desapego
A atenuar uma possível “solitude” quando ela cisma de bater à porta
A me relacionar com certos" fluidos auras fantasmas amigos e opressores"
E embora considerados “bruxos médiuns alquimistas parapsicólogos"
São "monges silenciosos” a me proporcionarem meditação constante
A me direcionarem a uma atenção mais cuidadosa ao que me rodeia
Trazendo-me silêncio e mistério.

Com os cães aprendi a exercitar sentimentos de entrega
A observar pequenos detalhes que fazem a diferença
A entender o amor incondicional a lealdade a generosidade a liberdade irrestrita
Ambos- cães e gatos- trouxeram-me paz doçura cura proteção
Escolhida por eles, meus doces guardiães , meus anjos de quatro patas
Trouxeram–me um sentido maior da existência
Fizeram-me enxergar muito além da realidade aparente!
Janys esparramada sempre em minha cama!

Rock e Roll sempre empoleirados e atentos!

Abaixo, segue a Carta do meu labrador "Marrom" pra mim! rsrsrs

De: Marrom (Mr. Brown)
Para: Rosana
Hoje tive um ataque de rebeldia, uma atitude incomum, vc sabe que não costumo ser assim, sou beeem dócil. Sinto muito, mas tive que agir assim, impulsivamente.
Pulei do porta-malas, tomei o seu lugar, só pra chamar sua atenção sobre mim.

O que quero lhe dizer é que já tá passando da hora de voltarmos pro nosso paraíso, pro nosso “Infinito Particular”. Já tá tudo nos devidos lugares, tudo sussa – como vc diria. E tudo certim certim como diria - se pudesse - a Princesa, minha companheira inseparável.
Já enjoamos - eu e ela - de caminharmos por aqui...

Queremos de volta a nossa rotina.
Queremos aquelas trilhas malucas.
Queremos de volta a nossa deslumbrante paisagem tomada por eucaliptos, pinheiros, dunas, rios, lagoas, cachoeiras, montanhas, mar, altas ondas, baleias...
Queremos de volta nossas longas caminhadas à beira-mar, onde nos refestelávamos na areia, sob um sol mais ameno e ouvindo aquele barulhão do vento que sopra incessante por lá. Ah, e também sentimos falta das nossas caminhadas ao luar, coisa que não estamos fazendo por aqui.

Enfim, atenda ao meu apelo - e também em nome dos meus irmãos-, e vamos voltar loguinho pra lá, minha querida "dona"!
Sem réplica, espero apenas atitudes.
Amamos muitão vc etc e tal e bem sabemos que já fizemos tudo que tinha que ser feito por aqui, né?
Afagos caninos esfuziantes dos seus "anjos de quatro patas".
Au au au auauauau